Governo descobre novo site falso que rouba dados de servidores públicos.

É o segundo site que captura usuários e senhas de servidores que o governo descobriu em menos de uma semana.

(Imagem: Reprodução / Google)

Há poucos dias, o Ministério da Economia descobriu um site falso que rouba informações de servidores públicos federais. Nesta segunda-feira (26), o governo identificou mais uma página fraudulenta que foi registrada no exterior e que também rouba dados de servidores federais. O site rouba usuários e senhas do aplicativo SouGov.br.

O alerta foi publicado pela Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia. O endereço falso é servidor.sougovbr.online.

O SouGov.br foi lançado em maio deste ano e substituiu o aplicativo Sigepe Mobile. A ferramenta tem cerca de 30 serviços disponíveis aos servidores federais, como fornecimento de contracheques, consultas de prévia de salário, envio de atestados médicos e prova de vida para aposentados e pensionistas .

A secretaria do Ministério da Economia orienta os servidores federais a digitar o login e a senha do SouGov.br somente no aplicativo baixado da loja virtual oficial do governo.

Caso alguém tenha inserido os dados no site falso, o órgão pede a troca imediata da senha do Portal Gov.br e dos sistemas Sigac/Sigepe.

Em caso de dúvidas, os servidores públicos devem entrar em contato com a Unidade de Gestão de Pessoas do seu órgão ou com a Central de Atendimento Sipec, no telefone 0800-978-9009. A central também pode ser acessada pela internet.

Segundo golpe em dias

O primeiro alerta emitido pelo órgão foi na sexta-feira (23). A secretaria havia descoberto um site falso, também hospedado no exterior, que coletava informações de usuários e senhas do Sistema de Gestão de Acesso do Governo Federal (Sigac).

O Sigac permite que gestores alterem dados do funcionalismo federal e também dá acesso ao Sigepe.

Nesse sistema, os servidores federais do Poder Executivo (ativos e inativos), funcionários de estatais e pensionistas obtêm informações sobre contracheques e férias, baixam comprovantes do Imposto de Renda e atualizam ou alteram dados cadastrais.

Fonte: Contábeis