Governo federal sanciona Medidas Provisórias que têm como objetivo a facilitação do acesso ao crédito

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou nesta quarta-feira (19/8) duas Medidas Provisórias (MPs) que têm o objetivo de facilitar o acesso ao crédito pelas micro, pequenas e médias empresas. A sanção da MP 944, que institui o Programa Emergencial de Suporte a Empregos (PESE), e da MP 975, que institui o Programa Emergencial de Acesso a Crédito (PEAC), se somam às outras medidas do governo federal para dar suporte aos empreendedores de todo o Brasil.

Durante a cerimônia de sanção das medidas, no Palácio do Planalto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, lembrou que desde o início da pandemia do novo coronovírus (Covid-19) o presidente da República pediu para que nenhum brasileiro ficasse para trás e para que o governo trabalhasse firmemente para salvar vidas e preservar empregos. “A serenidade e a resiliência têm compensado o nosso trabalho. O que nós estamos fazendo hoje é praticamente o ciclo final das medidas de créditos. Nós fomos aperfeiçoando os programas e o dinheiro finalmente está chegando na ponta”, disse o ministro.

Guedes também enfatizou que o Brasil é o país emergente que mais expandiu o crédito, auxiliou os desassistidos e protegeu os vulneráveis.” Gastamos 10% do PIB para proteger os vulneráveis, expandimos o potencial de crédito em R$ 1 trilhão e tudo isso agora está empurrando a economia neste final de ano. Esperamos ir aprofundando as reformas, de forma que o Brasil – já olhando para o ano seguinte – está de volta ao trilho do crescimento sustentável, que é onde nós estávamos antes”, afirmou.

Para o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, foi um dia importante para os empresários do Brasil. “Estamos trabalhando muito para fazer os recursos chegarem na ponta e com isso reduzir o impacto da pandemia em nosso país”.

Fonte: AASP

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *