BC libera Mercado Livre para atuar como instituição financeira

Aval do Banco Central para atuação como instituição financeira ampliará serviços de crédito do Mercado Livre

Nesta segunda-feira (9), o Mercado Livre recebeu autorização do Banco Central para atuar como instituição financeira no Brasil. Isso significa que a companhia poderá ampliar as suas operações de crédito no país, segmento do qual participa desde 2017.

De acordo com Tulio Oliveira, vice-presidente do Mercado Pago — divisão de pagamentos do Mercado Livre —, a companhia já concedeu R$ 10 bilhões em crédito, em um total superior a 10 milhões de transações realizadas desde 2017.

Ainda segundo o executivo, essas operações foram realizadas sobretudo por consumidores e pequenos empreendedores que não têm acesso aos serviços de crédito oferecidos por instituições financeiras tradicionais.

Ao atuar como instituição financeira autorizada pelo Banco Central, o Mercado Pago poderá formular novos produtos ou serviços financeiros e, com efeito, alcançar uma base maior de clientes.

Hoje, o principal serviço da empresa no segmento é o Mercado Crédito, que pode ser usado para que consumidores sem cartão de crédito financiem a compra de itens no Mercado Livre, por exemplo. As parcelas desse financiamento podem ser pagas via boleto bancário ou saldo no Mercado Pago.

O sinal verde do Banco Central surge quase dois meses depois de o Mercado Livre ter recebido um aporte de R$ 400 milhões do Goldman Sachs destinado justamente à ampliação dos serviços de crédito da companhia.

Além disso, o aval pode facilitar a captação de recursos financeiros pelo Mercado Livre por permitir que a companhia tenha acesso a um número maior de fontes de financiamento.

Fonte:  Exame